Agregador ODP

Melhor visualizador da corrida eleitoral. Consolidado, em tempo real, do desempenho dos candidatos à Presidência da República.

Pesquisas Publicadas

Agregador ODP - 1º Turno

ATUALIZADO EM 08 DE OUTUBRO DE 2022

Gostou? Compartilhe:

Agregador ODP - 2º Turno

ATUALIZADO EM 29 DE OUTUBRO DE 2022

Fontes: O Agregador ODP® reúne dados consolidados das últimas pesquisas de opinião pública relativos aos principais e mais relevantes Institutos quem fazem este tipo de levantamento como o Datafolha, IPEC, IPESPE, QUAEST, PARANÁ PESQUISAS, PODER DATA, CNT-MDA, IDEIA, FUTURA, VOX POPULI, SENSUS, RANKING e FSB.

Em menos de dez dias as urnas brasileiras vão se abrir e o Agregador ODP antecipa as tendências que vão se desenvolvendo na reta final da campanha. A estabilidade das intenções de voto, até o momento, foi a marca da disputa. Contudo, a poucos dias do pleito, mudanças incrementais podem ter impacto decisivo nos resultados. Lula e Bolsonaro concentram parte majoritária das intenções de voto e as predileções do candidato petista caminham no limiar entre a disputa de segundo turno e a vitória no primeiro.

Nenhum candidato da terceira via conseguiu tirar os holofotes do atual presidente ou de Lula no decorrer da campanha, o que se deve especialmente ao lento ritmo de crescimento das intenções de voto dos candidatos do grupo. Reunidas, as predileções pela terceira via acumulavam 28,5% das intenções de voto no segundo semestre de 2021. Nos seis primeiros meses de 2022, a captação de votos do grupo diminui para 23,2%, chegando a 19,8% no último bimestre. Os candidatos que lideram o grupo são Ciro (7%) e Tebet (4,9%), que, conjuntamente, possuem apenas 1/3 das intenções de voto do segundo colocado da disputa.

Gradualmente, Bolsonaro e Lula foram concentrando a parte majoritária das intenções de voto no embate presidencial. O atual presidente saiu de 27,3% das intenções de voto em 2021 para 32,4% em 2022, dispondo de 33,6% das predileções neste momento. Já o candidato petista, que liderava a disputa desde 2021, com 39,7% das intenções de voto, ampliou sua pontuação em 2022 (42,6%), e hoje atinge 45,6%. De acordo com o Agregador ODP, aproximadamente, 4/5 dos eleitores brasileiros (79,2%) escolheriam entre os dois principais candidatos para ocupar a vaga de Presidente da República, sendo baixa a taxa de abstenção (brancos e nulos somam apenas 4%).

A despeito das tendências mapeadas pelo Agregador ODP, entramos agora na reta final e a competição tende a se intensificar. Os confrontos entre os candidatos, além da repercussão de suas campanhas e participações na mídia prometem definir o rumo da disputa.

Gostou? Compartilhe:

Principais Indicadores

Inflação acima da meta pelo quarto mês consecutivo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.